O Pilates e o Corpo

O Pilates e o Corpo

29 de Junho de 2017
em Dicas

O pilates é uma prática antiga, criada em meados dos anos 20 pelo atleta alemão Joseph Pilates. Mas o método só ganhou força e popularidade depois que celebridades como Madonna, Sharon Stone e Sting revelaram serem adeptas do exercício.

Apesar de o pilates ter invadido as academias, aonde muitos vão para perder peso, este não é o foco principal do método. O mais importante nesta técnica é fortalecer e tonificar os músculos e trabalhar a resistência do corpo. “A prática do método pilates previne o aparecimento de lesões por esforço repetitivo, como artrose, bursite e tendinite, e auxilia no tratamento de pessoas com hérnia de disco, escoliose, quando não estão mais na fase aguda da doença”, explicam nossos especialistas

O pilates é indicado porque é uma atividade de baixo impacto nas articulações, feito com poucas repetições, com alongamento, flexibilidade e com um alto grau de percepção corporal, “o exercício é feito baseado na respiração, trabalhando o corpo como um todo. Depois de praticar você começa a perceber sua respiração. Mais do que tonificar a musculatura, trabalha a concentração”, diz a fisioterapeuta.

A prática tem que ser sempre acompanhada de um profissional, os exercícios exigem um alto grau de concentração e controle. “O pilates é trabalhado em cima do limite de cada aluno. O alongamento de maneira errada pode causar algum problema de estiramento”, alertam nossos especialistas

O método não tem contraindicação. “Idosos e gestantes com problemas de coluna e criança com problema de postura podem praticar o pilates”, avisa a fisioterapeuta. É uma ótima idéia para quem tem dificuldade de encarar o ritmo da academia ou sente dores nas costas na hora de fazer os exercícios.

Entre outros benefícios, o pilates também fortalece a musculatura do abdômen e deixa o corpo tonificado e em forma - não é difícil explicar porque faz sucesso entre as todos.